Seja bem vindo amigo(a)

Quando Deus abriu a janela do céu e mim viu, perguntou? Qual o seu desejo para hoje?

Eu respondi....”senhor, por favor, cuide bem da pessoa que esta lendo esta mensagem.

Pois ela e minha amiga”

“Tenha um bom dia”



Translate

Pesquisar este blog

Cecilia Sfalsin

Foi difícil pra mim ter que ouvir aquelas palavras duras de quem um dia eu amei, foi pesado demais ter que ouvir minhas confidências sendo lançadas na minha cara como uma espada afiada, disposta a me ferir com um gosto de eu consegui, foi doído ter que ouvir um grito de "me deixe em paz" de um alguém que eu algum tempo só ofereci a minha paz, a minha paciência, a minha compreensão, o meu amor e o meu cuidado, não foi fácil ter que silenciar e me afastar só pra não ter que machucar quem eu aprendi a amar. Há quem diga que não calaria, que revidaria, que não deixaria pra la, mas nem sempre o nosso coração esta disposto a guerras, principalmente quando o nosso adversário sabe muito sobre nós e foi um porto seguro para as nossas inquietações em dias cinzentos. Algumas situações não vale a nossa atenção, mesmo que venha nos doer, ou nos enfraquecer por dentro, algumas atitudes o tempo se encarrega de ajeitar e algumas feridas só Deus é capaz de nos curar. A gente erra muito, eu sei, a gente vacila demais quando gosta, quando quer que alguém nos cuide, quando o que queremos é só a verdade dita, do que as falsas expectativas, os falsos sentimentos, as falsas preocupaçoes, e eu me respeito muito pra me sujeitar a certos enganos só pra proteger o meu coração de sofrimentos futuros. Não afago a dor, e não corro atrás de quem eu ja lutei o suficiente pra ter por perto e pouco me valorizou. Ame, amar é bom, cuide, valorize, lute, extravase seus sentimentos, mas jamais seja dependente do que o outro te oferece, jamais se prenda aos afetos do outro, jamais renuncie o seu próprio AMOR. 
Cecilia Sfalsin

Postar um comentário